Categorias
e-SUS AB e-SUS APS Gestão

O que é e-SUS: saiba agora mesmo

Para prestar um serviço de saúde eficiente à população, é preciso gerenciar as informações dos pacientes de forma organizada. Por isso, o Ministério da Saúde criou a Estratégia de Informatização da Atenção Primária à Saúde (e-SUS APS). A ideia é usar a tecnologia para facilitar o trabalho das equipes. Você sabe o que é o e-SUS e como ele funciona? Quer saber como testá-lo na Prefeitura ou Secretaria de Saúde? Continue a leitura.

Se deseja prestar um serviço de saúde eficiente ao cidadão é preciso administrar as informações dos pacientes de forma organizada. Visando isso, o Ministério da Saúde criou a Estratégia de Informatização da Atenção Primária à Saúde (e-SUS APS). Anteriormente o e-SUS APS era denominado e-SUS AB (atenção básica). O propósito dele é usar a tecnologia para facilitar o trabalho das equipes nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e melhorar o atendimento à população. 

Dessa forma, através da utilização do e-SUS é possível diminuir retrabalhos, evitar a necessidade de utilizar mais de um sistema de dados e possibilita maior integração das informações. Assim, os profissionais de saúde podem focar totalmente no atendimento ao paciente e aumentar sua produtividade. Quer saber melhor o que é e-SUS e como ele funciona? Continue a leitura!

O que é e-SUS e como ele funciona?

e-SUS APS é uma soma de ações do Ministério da Saúde para otimizar a gestão da informação na Atenção Primária através da informatização do Sistema Único de Saúde (SUS). Foram desenvolvidas soluções que centralizam as informações dos pacientes para que sejam acessadas sempre que se fizer necessário.

Nessa estratégia, os dois principais componentes são o Sistema de Informação em Saúde para a Atenção Básica (SISAB), que é de âmbito nacional, e o e-SUS APS, que é utilizado nas UBSs. Dessa maneira, ambos tornam possível manter um registro individualizado dos atendimentos de cada cidadão, que são identificados pelo Cartão Nacional de Saúde (CNS). Nesses sistemas estão inclusos:

  • Prontuário Eletrônico do Cidadão (PEC): que é utilizado para agendar consultas e registrar as demais informações sobre o atendimento do paciente na UBS;
  • Coleta de Dados Simplificada (CDS): por meio dela é possível realizar o cadastro individual e domiciliar, como também criar fichas de atendimento médico, odontológico e de atividades desenvolvidas em grupos;
  • Atenção Domiciliar (AD): refere-se a um aplicativo para dispositivos móveis.

Quais as vantagens de ter o e-SUS Cloud?

Saiba que serviço de instalação e hospedagem aqui do e-SUS Cloud traz diversas facilidades para a UBS. Para exemplificar, separamos a seguir as principais delas. Veja!

Servidor já vem com o software instalado

O e-SUS já vem instalado na nuvem e a UBS já recebe o servidor com o sistema pronto para ser utilizado. Além disso, a instalação é feita de acordo com as normas do programa e as particularidades de cada UBS, o que evita erros e preocupações desnecessárias.

Reduza custos com manutenção e equipamentos

Uma vez que sistema é hospedado na nuvem, em um data center da e-SUS Cloud, não há a necessidade de ter um servidor físico próprio. Ou seja, isso traz economia com energia, manutenções periódicas dos equipamentos e despesa com profissionais de tecnologia da informação (T.I.).

Tem backup no Cloud Server e-SUS?

Os servidores onde o sistema fica armazenado têm diversos recursos de segurança, um deles são os backups. Assim, evita que informações sejam perdidas caso haja algum problema com o equipamento ou com o funcionamento do sistema.

Alta disponibilidade

Os servidores em nuvem onde o e-SUS ficam oferecem recursos de alta tecnologia que garantem mais estabilidade e disponibilidade ao sistema. Ou seja, não é preciso se preocupar com os transtornos causados por servidores fora do ar. Além disso, eles são rápidos, o que contribui e muito para melhorar produtividade da equipe de atendimento e evita demora no suporte.

Data center no Brasil

Hospedar o e-SUS em um data center no Brasil é bem mais vantajoso do que hospedá-lo no exterior. Isso porque o tempo de resposta de um servidor nacional é menor do que um estrangeiro e, a consequência disso é que o sistema fique mais rápido.

Isso é especialmente importante para os sistemas de saúde, já que é preciso atualizar as informações constantemente e qualquer atraso prejudica o andamento do atendimento. Outra vantagem é o suporte, que é obtido de forma mais simples do que quando a hospedagem está fora do país.

Agora que você já sabe o que é e-SUS e qual a sua importância para a melhoria do atendimento na saúde, é importante buscar a melhor forma de implantá-lo. Como há diversos cenários de implantação, é importante ter ajuda especializada.

Está pronto para implantar o e-SUS? Então, entre em contato conosco e descubra como podemos ajudá-lo!

Gostaria de testar o e-SUS Cloud?

O e-SUS Cloud está disponibilizando o teste do Cloud Server e-SUS para Prefeituras e Secretarias de Saúde de todo o Brasil. E para fazer o teste é muito simples, preencha o Formulário desta página: